Peru | Sequestrada, Mãos e Pés Amarrados, Torturada e Estuprada, Menina De 3 Anos

Peru | Sequestrada, Mãos e Pés Amarrados, Torturada e Estuprada, Menina De 3 Anos

0 0
Read Time:2 Minute, 33 Second

O caso provocou uma onda de indignação no Peru, onde eles exigem que o agressor da menina seja condenado à morte. O Judiciário deu nove meses de prisão preventiva e vizinhos queimaram a casa onde ele mantinha a vítima sequestrada.


Peru | Amarrado os pés e as mãos com fita adesiva e em choque traumático, foi encontrada uma menor de 3 anos que foi sequestrada 15 horas antes por um homem de 48 anos e levada para uma casa onde ele torturou e abusou sexualmente sua.

Juan Antonio Enríquez García, o ‘Monstro de Chiclayo’, aproveitou a distração de seus pais para chamar a atenção da criança e colocá-la no carro que estava dirigindo e depois levá-la para a casa localizada na urbanização El Santuario em Chiclayo, onde ele cometeu todo tipo de abuso contra a menor até que ela ficou inconsciente.

Os pais da menor, incapazes de encontrar a filha, pediram ajuda à polícia e enviaram mensagens pelas redes sociais, mas foi um áudio do WhatsApp da mãe que viralizou na cidade e mobilizou imediatamente todos os vizinhos, que compartilharam fotos de o menor.

Anteriormente, imagens de câmeras de segurança cidadã conseguiram capturar o momento em que o indivíduo carregou e levou o menor em seu veículo azul com sentido desconhecido.

Às 8h45 da manhã de ontem, policiais da Divisão de Investigação Criminal (Divincri) encontraram o veículo com placa BYM-238 e intervieram com Enríquez García, que sem remorso confessou ter sequestrado a menor e a mantido no segundo andar de sua casa. casa, na urbanização El Santuario de Chiclayo.

Um contingente policial chegou à casa e encontrou a menor no meio de uma cena terrível: ela estava inconsciente em papelão, amarrada nos pés e nas mãos com fita adesiva.

Quase imediatamente, policiais mulheres pegaram a menina e a envolveram em um cobertor para levá-la ao Hospital Las Mercedes, onde a Dra. Sandra Castillo diagnosticou que a criança estava estável, mas com desidratação.

Os pais chegaram ao hospital e acompanharam a filha ao Instituto de Medicina Legal (IML), onde após ser avaliada foi confirmada que ela havia sido vítima de estupro.

“Quero que o estuprador morra, que seja morto por dentro, porque ele não teve misericórdia da minha filha, não teve misericórdia, é um estrago enorme que ele fez com ele”, disse o pai do menor que veio de Paita para ajudar na busca de sua filhinha.

A organização feminista ‘Manuela Ramos’ defendeu que “a violência de gênero não tem idade e as histórias dizem que sim: os agressores são pessoas próximas ao ambiente familiar. Exigimos justiça e pedimos à sociedade que não continue divulgando imagens da garotinha.

O foco deve estar no agressor, sempre.

Hoje gritamos Justiça para Damaris! E pedimos que não haja mais revitimização para ela e sua família. Exigimos a sanção máxima para Juan Antonio Enríquez García, sequestrador e agressor confesso. Todos os dias, quatro meninas com menos de 14 anos são vítimas de estupro”, acrescentaram.

Quer nos enviar seus vídeos ou fotos ou até mesmo furos? Contacte-nos através do email [email protected]

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

About Post Author

What Do You Think?

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: