Ucrânia | Cessar-fogo Para Fins Humanitários “Não é Possível No Momento”, ONU

Ucrânia | Cessar-fogo Para Fins Humanitários “Não é Possível No Momento”, ONU

Protesters gathered in a demonstration for peace in Ukraine hold a giant Ukrainian flag, in Warsaw, Poland, on February 20, 2022. (Photo by Wojtek RADWANSKI / AFP) (Photo by WOJTEK RADWANSKI/AFP via Getty Images)

0 0
Read Time:2 Minute, 19 Second

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, disse hoje, quarta-feira, que um “cessar-fogo geral” para fins humanitários “não parece possível no momento” na Ucrânia, uma meta que havia confiado a um dos seus enviados a Moscovo.

Nova Iorque, EUA | O secretário-geral especificou que as Nações Unidas ainda aguardam respostas da Rússia a propostas concretas para a retirada de civis e garantia de entrega de ajuda humanitária às zonas de guerra.

“É o que estávamos a pedir, por razões humanitárias, mas não parece possível”, disse Guterres numa conferência de imprensa.

Guterres enviou recentemente o subsecretário-geral da ONU para Assuntos Humanitários, o britânico Martin Griffiths, à Rússia e à Ucrânia com a missão de garantir um cessar-fogo humanitário.

Em Moscovo, o enviado reuniu-se com funcionários dos Negócios Estrangeiros e da Defesa a quem apresentou propostas para facilitar a entrega de ajuda humanitária e a retirada de civis apanhados no meio dos combates.

Questionado pela agência France Press sobre se considera que um “genocídio” está em andamento na Ucrânia, como classificou o Presidente norte-americano, Joe Biden, na terça-feira, o chefe da ONU teve o cuidado de não usar o termo novamente.

UE | Recepção Da Lista De 150 Nomes De Mulheres e Crianças Ucranianas Alvo De Violência Sexual

Ucrânia | Cessar-fogo Para Fins Humanitários “Não é Possível No Momento”, ONU

Kremlin Descreve Como “Inaceitável” Que Biden Acuse a Rússia De “Genocídio”

Guerra | Confronto Era Inevitável Devido Crescimento Do Neonazismo, Defende Putin

“O genocídio está estritamente definido no direito internacional. E na ONU contamos com a determinação legal dos órgãos judiciais competentes”, disse o ex-primeiro-ministro português, lembrando que uma investigação internacional sobre a guerra na Ucrânia foi aberta pelo Tribunal Penal Internacional, com sede em Haia (Holanda).

António Guterres também instou o Fundo Monetário Internacional e o Banco Mundial, que devem realizar as suas reuniões de primavera em breve em Washington, a libertar dinheiro para os países em desenvolvimento que sofrem as consequências da invasão russa da Ucrânia.

Segundo a ONU, 107 países já sofrem as repercussões desse conflito, incluindo 69 expostos a um triplo efeito nas áreas de alimentos, recursos energéticos e sistemas financeiros. Desses 69 países, 25 estão em África, segundo a organização.

Dentro dessas instituições multilaterais existem instrumentos monetários, “o dinheiro está lá e deve ser usado” para ajudar a minimizar as consequências da guerra nos países em desenvolvimento, argumentou o secretário-geral da ONU.

A Rússia lançou em 24 de Fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que já matou quase dois mil civis, segundo dados da ONU, que alerta para a probabilidade de o número real ser muito maior.

A guerra causou a fuga de mais de 11 milhões de pessoas, mais de 4,6 milhões das quais para os países vizinhos.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas e políticas a Moscovo.

Quer nos enviar seus vídeos ou fotos ou até mesmo furos? Contacte-nos através do email [email protected]

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

About Post Author

What Do You Think?

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: