0 0
Read Time:1 Minute, 30 Second

Avião da TAP acabou por conseguir aterrar com segurança numa segunda tentativa.
Autoridades dinamarquesas abriram um inquérito para investigar o sucedido.

Copenhaga | Um avião da TAP que partiu de Lisboa na sexta-feira falhou a aterragem no aeroporto de Copenhaga, na Dinamarca, tendo apenas conseguido à segunda tentativa.

Durante a aproximação à pista, o Airbus A320-200 com 102 passageiros e sete tripulantes a bordo foi apanhado por uma forte rajada de vento que terá feito com que a asa esquerda do avião, e talvez o motor (CFM56), tocassem no chão, relatam testemunha oculares citadas pelo Aviation Harald, que avançou a notícia.

O piloto foi obrigado a abortar a aterragem, mas já tinha perdido velocidade e altitude, pelo que acabou por sobrevoar edifícios nas imediações do aeroporto de Copenhaga a apenas 90 metros de altura e 187 quilómetros por hora, descreve a mesma fonte, um portal dedicado ao registo de acidentes aéreos.

Só 20 minutos mais tarde o Airbus tentou nova abordagem a pista, aterrando sem problemas numa segunda tentativa.

O conselho de investigação de acidentes aéreos dinamarquês classificou a ocorrência como um “incidente grave” e abriu um inquérito para investigar o sucedido, mas esclarece que “não há indicações visuais ou marcas que indiquem que a a asa ou o motor tocaram no solo”.

Também TAP não confirma quaisquer danos no avião. Em resposta à CNN, a companhia aérea assegura que está a colaborar com a investigação, mas recusa “tirar conclusões precipitadas” sobre o incidente.

“As verificações técnicas foram devidamente efetuadas no avião, que já foi libertado”, acrescenta a TAP. “Os dados de voo serão analisados durante o processo de investigação de segurança” levado a cabo pelas autoridades dinamarquesas.

Quer nos enviar seus vídeos ou fotos ou até mesmo furos? Contacte-nos através do email [email protected]

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

What Do You Think?

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: