Inflammation of the kidney, human urinary organs, heart, kidney, bladder, vector illustration

0 0
Read Time:2 Minute, 48 Second

Função Renal Prejudicada | Em pacientes com insuficiência renal, as três principais funções do rim não são mais asseguradas de forma eficaz.

Os problemas de saúde resultantes são muito diversos e podem ser graves. Função por função, aqui estão os principais riscos associados à insuficiência renal.

Como o próprio nome sugere, a insuficiência renal é uma perda de eficiência dos rins, que não podem mais desempenhar adequadamente seu papel. Os problemas de saúde que então aparecem são resultado direto da perda das três funções renais.

1. OS RINS NÃO GARANTEM MAIS SEU PAPEL DE FILTRO

Os resíduos normalmente evacuados na urina não são mais. Ácido úrico, ureia, creatinina e outras substâncias tóxicas acumulam-se no sangue. Esse envenenamento pode levar a náuseas, vômitos, perda de apetite e distúrbios ainda mais graves: confusão mental, transtornos mentais e coma.

2. OS RINS NÃO REGULAM BEM

Os rins já não removem o excesso de água do corpo com rapidez suficiente. O líquido se acumula e causa inchaço. Nos casos mais graves, a água se acumula nos pulmões e causa “edema agudo de pulmão”, ou APO, que pode ser fatal.

A má eliminação de sais minerais – sódio, potássio, fósforo e cálcio – causa diversos desequilíbrios, podendo levar a complicações, principalmente no coração, como distúrbios do ritmo cardíaco.

3. OS RINS NÃO PRODUZEM MAIS HORMÔNIOS

A secreção de eritropoietina diminui. Mais conhecido como EPO, esse hormônio é responsável pela produção de glóbulos vermelhos. Como resultado, o número de glóbulos vermelhos diminui e a anemia se instala, responsável pela fadiga e falta de ar.

A diminuição da secreção de renina pelos rins causa hipertensão arterial, ou agrava a hipertensão já existente. Isso aumenta o risco de doenças cardiovasculares e acidentes, como angina pectoris, acidente vascular cerebral ou infarto do miocárdio, por exemplo.

Finalmente, os rins também desempenham um papel na construção óssea através da vitamina D. Quando não podem mais desempenhar essa função, desenvolve-se a fragilidade óssea e o paciente pode sofrer de osteoporose.

Essas complicações não são inevitáveis, mesmo que a insuficiência renal seja uma doença crônica que não pode ser curada. Com os devidos cuidados, é possível estabilizar a doença, compensar a perda de certas funções e limitar o aparecimento de complicações.

4. FERTILIDADE / INFERTILIDADE

A insuficiência renal leva a uma fertilidade menor, mas não zero, em pacientes. Tal gravidez apresenta riscos significativos para a mãe e para a criança e requer acompanhamento multidisciplinar reforçado. Uma boa cooperação entre o nefrologista, a unidade de gravidez de alto risco e a equipe de neonatologia é essencial para garantir o melhor acompanhamento possível para a mãe e o bebê. As visitas e exames do recém-nascido devem ser muito mais frequentes do que o recomendado em uma gravidez normal.

Se estiver em diálise

Você deve saber que a gravidez pode agravar a insuficiência renal e os problemas cardiovasculares existentes. Dado os riscos significativos para o bebê, as mulheres em diálise que desejam ter um filho são aconselhadas a aguardar o transplante.

Se você for transplantado

Recomenda-se não embarcar em uma gravidez sem informar seu nefrologista para que ele explique previamente todos os riscos e complicações incorridos. Mesmo que as chances de sobrevivência do bebê sejam maiores, a gravidez em uma mulher transplantada continua sendo uma gravidez difícil.

Quer nos enviar seus vídeos ou fotos ou até mesmo furos? Contacte-nos através do email [email protected]

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

About Post Author

What Do You Think?

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: